Excelência em

Sistemas Logísticos

  • Facebook - White Circle
  • LinkedIn - White Circle
  • Blogger - White Circle

          www.eslsistemas.com.br

CONTROLE DE CUSTOS: O PRIMEIRO PASSO

PARA A CONQUISTA DE FRETES RENTÁVEIS

Alcançar a rentabilidade no transporte de cargas ainda é o calcanhar de Aquiles de muitas transportadoras. Não basta apenas transportar é preciso ganhar dinheiro com o transporte, pois custo é como lucro, quanto maior um menor o outro.

No livro “Sonho Grande” de Beto Sicupira sócio do grupo 3G Capital, nos afirma que “Custo é como unha tem que cortar sempre”, cortar é diferente de arrancar, o custo é um elemento intrínseco na realização das receitas, não adianta se entristecer com ele é necessário geri-lo.

Diz uma máxima no mercado de transporte que nenhuma transportadora quebra com galpão vazio, o que determina tamanho insucesso é a má gestão, em especial sobre os custos tantos fixos como variáveis.

Um mapeamento assertivo dos investimentos e despesas permite que a transportadora consiga visualizar a sua margem operacional, se apropriando dos custos diretos para cada entrega realizada e gerando um comparativo real entre receita x despesa.

Mas por onde começar?

Primeiro, é importante definir os itens de custos da sua transportadora. Na sequência, classifique-os como custos fixos e variáveis. Depois, apropie as despesas junto a cada frete realizado, tendo a preocupação de saber o que destes custos são coletas, transferências e entregas, é desta forma que poderemos ser incisivos na análise de resultados.

Em seguida, é importante avaliar as despesas que mais influenciam nos fretes realizados, sabemos que corte de centavos são bastante significativos no final do período em especial no frete fracionado.

A gestão de custo precisa fazer parte da cultura e do processo da transportadora é através desta pratica e no controle dos custos que se consegue saber, as margens de contribuição de cada Cliente, o percentual alcançado por cada rota, o lucro de cada CT-e e acima de tudo sabermos o quanto a sua transportadora ganha fazendo transporte e se o que ganha é suficiente para ter uma transportadora “lucrativa”, e se está dentro do budget realizado.

Praticar e se disciplinar ostensivamente a cuidar deste assunto, faz toda diferença nos resultados obtidos, tenha certeza disso!

Como o TMS pode ajudar?

TMS (Transportation Management System) ou sistema de gerenciamento de transporte, como também é conhecido, é uma tecnologia especialista que fornece às transportadoras as condições ideais para a tomada de decisões sobre os recursos que serão utilizados para o transporte. Com a tecnologia, a Transportadora se dispõe de meios que irá favorece-la na automaticidade dos processos e na organização das informações.

Ou seja, a empresa pode vislumbrar cenários para um transporte que ainda vai acontecer, assim como analisar a historicidade dos transportes já realizados, apresentando a sua margem de rentabilidade, agrupando as entregas por rota, cidade, estado, veículo, companhia aérea, transportador de redespacho, representante de entrega, data, cliente, tabela de negociação e etc.

Com estes indicadores (KPIs) e deshboard em mãos, o gestor tem total condição de definir as ações que irão melhorar os seus resultados e fazer com que os lucros não sejam uma utopia e sim uma realidade.

Percebeu como este assunto é muito sério?

Então, comece agora mesmo a rever os caminhos almejados pela sua empresa. Essa é uma das atitudes que certamente pode fazer o seu negócio prosperar.

Receba em seu E-mail uma apresentação completa da ESL Sistemas

Além disso, enviaremos materiais exclusivos como nosso livro: "O Cliente é Seu!"

Caso queira maiores informações sobre nossas soluções em sistemas para logística, ligue:

(11) 2141-1940